Perguntas do Diabo

Esta página foi actualizada em 2004-11-18

Pare e pense!Tem consciência da infinidade de situações que admite como "dado adquirido", mas que não sabe explicar convenientemente o porquê?

Assim, este site pretende atingir dois objectivos complementares:

  • Chamar a atenção para essa infinidade de situações;
  • responder (quando possível) às perguntas mais bizarras e que raramente pensamos nelas.

 

Pois o Diabo pergunta:

Porque é que…

  • … os CD rom's têm exactamente 12 cm de diâmetro? Porque não 15, 10, 8, 17cm…?

  • … os fogos nos poços de petróleo não se apagam se os taparmos com terra ou areia?

  • …os meses de Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro significam etimologicamente sete, oito, nove e dez, quando são exactamente os nono, décimo, décimo primeiro e décimo segundo meses do ano?

  • …o mês de Fevereiro só tem 28 dias, e não outro qualquer?

  • …o ano tem 12 meses e não 10, 15 ou outro número de meses?

  • …a semana tem 7 dias?

  • …o dia tem 24 horas e não outro número qualquer?

  • …a hora se divide em 60 minutos e o minuto em 60 segundos? 

  • …o arco íris aparece normalmente quando está prestes a chover ou, pelo contrário, quando acabou de chover?

  • …os planetas rodam todos da direita para a esquerda exceptuando Vénus? E o mesmo acontece com o remoinho da água a escorrer pelo cano do lavatório ou da banheira?

  • Diz-se que os anos bissextos são de quatro em quatro anos. Ora, tendo o último ano bissexto sido em 1996, será que o próximo ano bissecto e o ano 2004?

  • Quando começou o actual milénio? Em 1 de Janeiro de 2000 ou em 1 e Janeiro de 2001?

  • (Rita Queiroga Bento)

 

 

 

 

Se tiver outras perguntas, ou souber a resposta a alguma destas, porque não partilhá-las como os outros? Envie-as para o email:

A COMUNIDADE AGRADECE

 

 

O Diabo responde

 

Porque é que os CD rom's têm exactamente 12 cm de diâmetro ? Porque não 15, 10, 8, 17cm…?

Porque é o diâmetro mínimo necessário para neles poder ser gravado a 9ª sinfonia de Beethoven, a maior que alguma vez foi composta.

voltar ao topo

Porque é que fogos nos poços de petróleo não se apagam se os taparmos com terra ou areia?

Para que algo arda, costuma-se dizer que é necessário Oxigénio. Contudo, tal afirmação não é totalmente correcta. O que na realidade é necessário, é haver um produto comburente, ou seja, um produto indispensável á combustão. E o oxigénio é de facto mais abundante, mais barato e mais acessível. Contudo, há outros conburentes como o Cloro. E também é verdade que os comburentes não precisam de estar, forçosamente, no estado livre para possibilitarem uma combustão. Poderão estar quimicamente combinados com outros produtos que, uma vez aquecidos, se libertarão intervindo assim na combustão. É pois graças a este fenómeno, que o fogo num poço de petróleo não se apaga quando isolados do ar.

voltar ao topo

Porque é que os meses de Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro significam etimologicamente sete, oito, nove e dez, quando são exactamente os nono, décimo, décimo primeiro e décimo segundo meses do ano?

Antigamente, no tempo do Império Romano, o ano começava em Março, e não em Janeiro como actualmente.

Assim, os meses se Setembro, Outubro... Dezembro, eram os meses 7º, 8º ... e 10º do ano civil.

voltar ao topo

Porque é que o mês de Fevereiro só tem 28 dias, e não outro qualquer?

Mais uma vez, a explicação prende-se com o tempo do Império Romano.

Nesse tempo, o mês de Julho chama-se Quintilis e tinha apenas 30 dias. Ora, o imperador Júlio César (Julius Caeser, em latim) resolveu que esse mês teria o seu nome: Julius, palavra que derivou em July e Julho. E para que a "honra fosse maior", teria também 31 dias. Daí a roubar um dia ao mês de Fevereiro, o último mês do ano na altura, foi um passo ficando o mês de fevereiro com 29.

O mesmo aconteceu com o mês de Agosto, que se chamava Sixtilis, e o imperador Caeser Augustus.

voltar ao topo

…o arco íris aparece normalmente quando está prestes a chover ou, pelo contrário, quando acabou de chover?

 

O arco íris aparece por efeito da refracção das várias luzes irradiadas pelo Sol. Explicando melhor, a luz solar compõe-se por sete cores, as quais se reflectem em direcções diferentes ao "passar" de um meio para outro com densidades ópticas diferentes, podendo-se então ver isoladamente cada luz que compõe o Sol. Essas direcções acontecem de acordo com o comprimento de onda de cada luz e a este fenómeno chama-se "efeito de refracção".

A passagem da luz solar de um ambiente mais ou menos seco (o que compõe normalmente a atmosfera terrestre) para um outro meio fortemente húmido (quando chove) e vice-versa são fenómenos por excelência que possibilitam (ou provocam) essa mesma refracção.

 

…os planetas rodam todos da direita para a esquerda exceptuando Vénus? E o mesmo acontece com o remoínho da água a escorrer pelo cano do lavatório ou da banheira?

Comecemos por Vénus! na verdade, o planeta também roda da direita para a esquerda. Então, porque dizemos que roda em sentido contrário? Vejamos o que que acontece! Inicialmente, todos os planetas rodavam da direita para a esquerda sob um eixo imaginário que atravessa os polos. Aconteceu que Vénus sofreu uma colisão de um meteoro  de tal forma gigante que o fez rodar o eixo imaginário sobre si próprio num ângulo de 178º. Para melhor compreender o que aconteceu, façamos um furo numa pequena bola. A seguir, enfiemo-la num eixo e façamos girar a bola no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio. Se rodarmos então o eixo num ângulo de 180º, podemos observar que, aparentemente, a bola começou a girar em sentido contário ao inicial.

Em relação ao remoinho da agua a escorrer pelo cano abaixo, acontece uma ilusão semelhante. De facto, o remoinho gira no mesmo sentido, quer no hemisfério Norte, quer no hemisfério Sul. Aqui, o que muda é a posição relativa do observador. na realidade, um observador que se ponha no Polo Norte a observar o remoinho está "de pernas para o ar" em relação a um outro observador que observe o mesmo remoinho mas no Polo Sul. Fui claro?

 

Diz-se que os anos bissestos são de quatro em quatro anos. Ora, tendo o último ano bissesto sido em 1996, será que o próximo ano bissesto e o ano 2000?

Efectivamente, será bissexto. Contudo nem todos os anos múltiplos de 4 são bissextos. Exceptuam-se os anos de início de século (1700, 1800, 1900,...) e que não sejam múltiplos de 400 (1600, 2000, 2400...).

Qual a razão? Como se sabe, os anos bissextos acontecem para acertar o calendário civil com o calendário astrológico. Ora, o nosso planeta demora exactamente 365dias 5 h 48min 45,5 seg., o que implica que se aumentássemos 1 dia ao mês de Fevereiro em cada 4 anos, o calendário civil teria, ao fim de 400 anos, 3 dias de atraso em relação ao calendário astrológico. Para evitar tal anomalia, o papa Gregório XIII, autor do actual calendário civil também denominado calendário gregoriano, resolveu que nos anos de início de século (exceptuando os múltiplos de 400 como já se viu), não seriam bissextos.

Confirme no calendário

Quando começa o próximo milénio?
Em 1 de Janeiro de 2000 ou em 1 e Janeiro de 2001?

De Rita Queiroga Bento obtivemos também a seguinte resposta

Em relação ao início do século vs início do milénio, de facto o século XXI inicia-se a 1 de Janeiro de 2000, como aconteceu com todos os séculos anteriores. Porém, o início do milénio nunca é coincidente com o início do século uma vez que não houve ano zero. Isto é, passou-se directamente de 31 de Dezembro do ano 1 antes de Cristo para o dia 1 de Janeiro do ano 1 depois de Cristo. Desta forma, só no dia 1 de Janeiro de 2001 é que se inicia o novo milénio. Todavia, se vemos a cerveja Sagres a comemorar os escassos dias para o novo milénio, ou a SIC a propagandear 'um passo para o novo milénio ou faltam 320 e tal dias para' é um puro efeito psicológico: é muito mais congruente para a população aceitar que o início será em 2000, e não em 2001 - pura estratégia de marketing.

voltar ao topo


Se tiver outras perguntas, ou souber a resposta a alguma destas, porque não partilhá-las como os outros? Envie-as para o email:

A COMUNIDADE AGRADECE